segunda-feira, 26 de março de 2012

Pra ser adorador I

Pra não perder a piada, somos o que queremos ser, a verdade de nossas palavras são expressas com atitudes. 

sexta-feira, 23 de março de 2012

Amo a Deus


Sem explicação teológica, sem plano metafísico que expliquem esse sentimento, apenas amo, sem revelações espirituais vindas do alto que explique esse amor. Isso pode até soar irracional num mundo que hoje vive a busca pela razão de se amar a Deus seja pela – sua grandeza em fazer favores, o que não é muito difícil de identificar no relacionamento que muitos cristãos têm hoje, ou pelo seu poder, algo que está mais para idolatria sega por algo que se expressa em ter mais medo do que amor.

Dentro disto acho que vislumbro um dos sentimentos que permeia a mente do criador bondoso, o amor. Em suma percebo que no ato da criação do homem Deus faz uma das maiores demonstrações do que ele quer na criação da humanidade compartilhar o amor puro e simples. A criação foi e é um ato de extremo e puro amor, ao fazer o homem a sua imagem e semelhança Deus compartilha de sua essência, de seu intelecto e de sua própria partícula. Temos dentro de nós a centelha divina que nos conecta ao criador, temos em cada um de nós o DNA do verdadeiro amor, um sentimento que não pede nada além de aceitar o amor dado, e é ai que vem a explicação do amor que toma o meu coração neste momento e sendo tão bom de sentir quero que fique aqui.

Amar a Deus quando tudo diz que não e quando os homens ditam  ter e ter, e eu não tenho nada e mesmo assim amo a Deus, mesmo que minha vida seja assim como a aparência de Jesus “Um que os homens viravam o rosto, sem beleza nem formosura”, uma vida que ninguém queira ter, onde se prega a fama no templo e a riqueza como sinais de Deus. Amo a Deus quando o sonho não vem, quando a escuridão teima e parece que o dia não vai chega, e escura a noite e solitária, incompreensível aos meus olhos toda a escuridão que me cerca, quando sou chamado a ser luz, aos olhos humanos sou mais um e o silêncio dos lábios de Deus não desmentem os olhares, mas eu o amo.

 Quando os aguilhoe de uma vida moderna consumista de atacam o coração me fazendo pensar em futuro, incerto e sem esperança aos meus olhos eu amo a Deus, mesmo no vale da sombra da morte num momento de devastação de minha fé eu me ancoro nesse amor pra não virar mais um na triste estatística dos que não viram a graça. Uma graça que fez homens e mulheres se entregarem as tormentas dos felinos nas arenas que saciavam as feras da plateia ávidas por sangue. Em momentos de dor fizeram fieis testemunhas abraçarem não a morte, mas um futuro de doce e regalada eternidade com Cristo.

Como explicar um sentimento que faz uma terminal de câncer, cantar em pleno natal que Deus é bom e que ele seja louvado, quando as dores de uma vida lhe pedem a raiva, amaldiçoar o dia do nascimento e desejar nunca ter nascido. Quando o mundo da corrupção torna inoportuno ser justo e honesto, quando o certo se torna errado, quando a bajulação é o tributo a ser pago para ser feliz no reino dos homens sim amo a Deus.
Amar a Deus em meio à miséria, quando um filho parte e quando não entendemos por que pecamos se não queremos pecar, sentimos raiva. Não sei expressar esse amor que consome minha frustação e que me mostra que o caminho que trilho é um caminho que me leva até ele a fonte do amor que sinto, não tenho uma definição intelectualizada para descrever esse amor, mas sei que quero os braços dele, quero adora-lo com tudo o que sou, sem reservas, sem mascaras mostrando quem sou, corpo, alma e espirito.

Quero me esconder deste mundo frio, e tocar o coração dele, minha mente e coração me instigam a buscar o olhar dele. Toda a aminha alma asseia a ele, quero dizer que o amo e dizer que ele é santo e exaltado não apenas com minha boca, mas com meu silencio, minha cautela em não deixar meu animal interno sair e vingar-se e tornar injusta a minha sede de justiça.

Amo, pois sei que me amou primeiro, e falo isso, pois sei quem eu fui e até hoje luto pra ser o que ele quer, sempre em mente que eu o amo.

Apenas servo

Scoott Brown


Divino charlatão III


Como se tornar um pregador neopentecostal famoso em 11 passos

1 – Comece lendo vários livros de neurolinguística e motivação, autores como Roberto Shiniashiki, Lair Ribeiro, Godrin e Marins te ajudarão muito a manter um alto nível de “Raport” durante o sermão.

2 – Elogie bastante o pastor ou líder que lhe chamou para pregar, dizendo que ele é um grande homem de Deus e etc. Se quiser encher mais a bola ainda, diga que se sente até envergonhado em falar rodeado de tantos homens sábios na palavra de Deus (os ministros sentados nas cadeiras atrás de você).

3 – Antes de ler o texto do sermão conte pelo menos 5 milagres que Deus realizou enquanto você pregava em cultos passados, não deixando de mencionar que era para grandes multidões. Mas lembre-se, a história tem que ser acompanhada com outra que diga que você pagou um grande preço por esta unção, que ela não é por acaso, você se esforçou muito para isto!

4 – Macetes são imprescindíveis, decore nomes de Deus como por exemplo: Jeová Rafá, Jeová Nissi, Jeová Jiré e etc, eles sempre impressionam os ouvintes quando falados um após o outro sequencialmente.

5 - Decore um grande número de atributos pessoais sobre Deus como: Benigno, benevolente, grandioso, real, majestoso... e use em uma oração de abertura da mensagem, vai causar uma excelente impressão.

6 – Conte histórias de oportunidades onde Deus te usou no aeroporto, no mercado, no shopping, no ônibus ou algum outro lugar semelhante, estas histórias dão uma dimensão sobrenatural à sua vida cotidiana e ajudam a construir a sua imagem de “homem de Deus” perante os ouvintes.

7 – Assim que terminar a leitura do texto onde será pregado o sermão diga de maneira bem clara qual será o título da mensagem, mas não pode ser qualquer titulo, titulo é algo comum em mensagens tem que ser um título que deixe os ouvintes curiosos, algo marketeiro como: “O ministério dos potes quebrados”, “O Figo que Zaqueu não comeu” e etc.

8 – Durante a mensagem, pregue o que quiser, mas nunca, nunca deixe de dizer a essência do que as pessoas vieram ouvir. Diga que elas realmente estão sendo perseguidas, que estar “na prova é muito difícil”, que o inimigo está atacando ferrenhamente, que as pessoas as têm perseguido, humilhado, maltratado, injustiçado, mas que na hora certa, se o mar não se abrir, Deus vai fazer com que elas andem por sobre as águas.

9 – Não se esqueça de algumas táticas já consolidadas por grandes pregadores, se você quer ser um, comece a praticar já! Segue algumas dicas: Na hora da leitura do texto bíblico diga: “Se você já encontrou diga amém, se não, diga misericórdia...” o público sempre dá risada... Durante todo o sermão diga á igreja, “cutuque o irmão do seu lado e diga pra ele, você está entendendo? Ou, você está bonito hoje!”. Todas estas táticas parecem ultrapassadas, mas no fundo só te reconhecerão como grande pregador se você as utilizar.

10 – Grave todos os cultos em DVD, produza uma capa com sua foto de bíblia na mão e olhar distante, olhando para o horizonte (tipo disco sertanejo antigo), com o título do sermão logo abaixo. DICAS: Compre DVD’s virgens no Paraguai, sai bem mais barato.

11 – Para finalizar, crie uma identidade visual para o “seu ministério”. As pessoas têm que saber quem é você, crie um slogan chamativo, algo que lhe defina, tipo: “resgatando vidas pelo evangelho da verdade”, em seguida crie uma logomarca bacana, um site com fotos, comunidade no Orkut, Twiter e pronto! Já é meio caminho andado. Ai mais para frente você pode até pensar em contratar uma assessoria de comunicação, ou quem sabe começar a dar consultoria ministerial.

***
Fonte:
HTTP://DEVANEIOSCRISTAOS.BLOGSPOT.COM.BR/

quinta-feira, 8 de março de 2012

Dia da Minha Amada


Homenagem a Mulher da Minha Vida Te amo Lane.

Ué também pode.kkkkkkkk.

Mulheres de Deus



Pesquisador afirma que mulher teve papel importante liderando durante a expansão da Assembleia de Deus no Brasil.

A festa já começou. Agora em 2011, a maior igreja protestante do Brasil, a Assembleia de Deus, completa 100 anos. Embalados pelo fogo do Espírito Santo, os assembleiano ajudaram a fazer do Brasil uma potência evangélica através de grandes líderes, cruzadas memoráveis e também da gente simples que compõe grande parte da membresia. Foi nas reuniões de oração, nos círculos de senhoras e nos bancos da Escola Bíblica Dominical que o povo da Assembleia de Deus (AD) construiu uma trajetória de magníficos serviços ao Reino de Deus.

Apesar dessa história já ter sido contada inúmeras vezes e de várias maneiras, ainda permanece um hiato. Num país onde a memória não é preservada, há quem defenda que restam muitas coisas no passado da igreja a esclarecer melhor. Uma dessas pessoas é o sociólogo Gedeon Freire de Alencar, crente assembleiano e diretor pedagógico do Instituto Cristão de Estudos Contemporâneos. Revisando o passado, ele transformou sua dissertação de mestrado no livro Assembleias de Deus – Origem, implantação e militância (1911 – 1946), recém-lançado pela Arte Editorial.

Na obra, Gedeon passa a limpo o período, levanta ideias polêmicas e faz acurada análise dos primeiros anos da igreja. Segundo seu livro, o surto de crescimento da AD acompanhou o processo de desenvolvimento e fatos históricos e econômicos do país. A crise da borracha, por exemplo. Quando os seringais da Amazônia perderam terreno ante a concorrência internacional, entre os anos 1915 e 1920, mais de 200 mil trabalhadores retornaram para suas cidades de origem – muitos dos quais já convertidos ao Evangelho através do ministério da AD. E levaram consigo a fé avivada para regiões como o Nordeste, o Sul e o Sudeste, que logo viam nascerem templos da denominação.

“Se considerarmos as condições de transporte e comunicação da época, bem como a perseguição católica e os preconceitos contra negros e mulheres, é um milagre de Deus a igreja ter alcançado o país em duas décadas”, diz Gedeon. O livro também destaca um ponto obscuro: a importância de Frida Vingren, mulher do pioneiro sueco Gunnar Vingren, que implantou a igreja em Belém (PA) junto com o compatriota Daniel Berg.

A história da Assembleia de Deus no Brasil tem seus mitos?

GEDEON ALENCAR – Vários. Um exemplo claro é a surpresa que tiveram os primeiros missionários quando receberam a profecia que os mandava vir ao Brasil. A impressão que dá a quem lê a história é de que não sabiam para onde iam – talvez, o fim do mundo. E essa imagem não corresponde à história. Desde o século 19, já havia grupos suecos no Sul do país e também – veja só – em Belém. O então imperador Pedro II esteve na Suécia, por volta de 1880, e nos jornais suecos eram publicados diversos convites para virem ao Brasil. Portanto, os suecos conheciam, sim, nosso país. O que não invalida a profecia nem diminui, para mim, o altruísmo de Berg e Vingren. Apenas os humaniza.

O que mais o surpreendeu durante as pesquisas?

Minha versão – que não é inventada por mim ou tampouco é fruto de algum subjetivismo – é a importância da f, algo desconhecido e desconsiderado pelos historiadores oficiais da igreja. Qual jornal no mundo, na década de 1920, tinha uma mulher como redatora chefe? Ao ler e tabular os artigos do jornal Boa semente (1919-1929), precursor do Mensageiro da paz, percebi a presença de Frida e de outras companheiras na equipe. Convenhamos, era uma vanguarda na questão de gênero, coisa que nenhum movimento feminista teve em nenhum lugar do mundo.

Qual a maior contribuição da Assembleia de Deus ao Evangelho no Brasil?

Uma das mais evidentes é a renovação espiritual, típica do pentecostalismo assembleiano. Outro ponto de destaque é a valorização dos excluídos. Em qual igreja, nas primeiras décadas do século 20, um indivíduo pobre e semiletrado poderia pregar, ler a Bíblia, cantar, dirigir um conjunto, ter oportunidades? Ainda hoje, nas regiões mais periféricas, são essas igrejas que dão nome, dignidade e valor aos excluídos. Um verdadeiro trabalho de inserção social. As Assembleias de Deus são o mais importante segmento pentecostal do país, pelo tamanho e pela contribuição que já deu. O lastimável é que, atualmente, como é fragmentada e completamente estraçalhada por brigas de ministérios e caciques, perde muito de sua força. Lamento muito.

Fonte: Cristianismo Hoje

terça-feira, 6 de março de 2012

Ver & E sentir VI



"E eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém." Mateus 28:20


Mesmo sendo difícil a caminhada mas ainda assim é melhor andar no caminho da graça de Deus, sinta isso, pense nisso todas as vezes que sentir as dores dos espinhos e todas as afrontas daqueles que usam o caminho para usurpa-lo. Deus ainda cura feridas e reveste de força  o cansado, diga a Deus que está cansado e que não aguenta mais que ele vai te dar a mão. Diga que mesmo cansado ama a Deus.  

segunda-feira, 5 de março de 2012

Ler & Pensar XII



Quando somos amados
4 de janeiro

Vários anos atrás, um ministro de Detroit chamado Edward Farrell foi visitar parentes na Irlanda numas férias de verão de duas semanas. Seu único tio vivo ia comemorar oitenta anos. No grande dia, Ed e seu tio se levantaram cedo. Era antes do alvorecer. Saíram para caminhar nas margens do lago Killarney e então pararam para observar o nascer do sol. Ficaram lado a lado por vinte minutos e depois continuaram a caminhada. Ed fitou o tio, vendo que o rosto deste se abria num grande sorriso. O sobrinho então lhe disse:

— Tio Seamus, você parece tão feliz.
— Estou mesmo, rapaz.
— Quer me contar por quê? — perguntou Ed.

Ao que o tio responde:

— O Pai de Jesus gosta muito de mim.
Como você responderia se lhe fizessem a seguinte pergunta: “Você sinceramente crê que Deus gosta de você, e não apenas o ama porque teologicamente tem de amá-lo?” Deus necessariamente ama, porque é de sua natureza; sem a geração interior e eterna de amor, ele cessaria de ser Deus. Mas, se você puder responder “O Pai gosta muito de mim”, você receberá uma tranquilidade, uma serenidade e uma atitude de compaixão para consigo mesmo que reflete a própria ternura de Deus.  Em Isaías 49:15, Deus diz: “Haverá mãe que possa esquecer seu bebê que ainda mama e não ter compaixão do filho que gerou? Embora ela possa esquecê-lo, eu  não me esquecerei de você!”.

Ninguém conseguirá resistir a você todos os dias da sua vida.
Assim como estive com Moisés, estarei com você;
Nunca o deixarei, nunca o abandonarei.
Josué 1:5

Trecho do Livro: Meditações Para Maltrapilhos de Brennan Manning

Ler & Pensar XI



Sem palavras apenas, eu sinto que é tempo de agirmos em favor da fé cristã. Diga não aos Charlatões divinos, e ao sistema farisaico que oprime o povo de Deus.

Esse Mundo Cristão de hoje!





“Esqueça Jesus”, pede Miley Cyrus no Twitter


A atriz de Hanna Montana era tida por cristã.
Fãs cristãos criticam a cantora enquanto ateus comemoram

A cantora e atriz adolescente Miley Cyrus ficou famosa pelo programa Hanna Montana, da Disney. Filha do cantor Billy Ray Cyrus, ela foi criada em uma família cristã. Porém, seu pai reclamou ano passado que Satanás estava atacando sua família e criticou publicamente o comportamento de Miley.

Esta semana, ela travou uma “guerra” com seus fãs cristãos depois de usar sua conta oficial no Twitter @MileyCyrus para postar uma citação ateísta.

Trata-se de parte de um famoso discurso do físico teórico Lawrence Krauss. Suas palavras são constantemente usadas por livres pensadores e ateus, afirmando que devemos ser gratos às estrelas pela nossa existência e não a Jesus. Veja o texto que Miley classificou de “lindo”:

Cada átomo de seu corpo veio de uma estrela que explodiu e os átomos em sua mão esquerda provavelmente vieram de uma estrela diferente da dos átomos de sua mão direita. Essa é realmente a coisa mais poética que eu conheço sobre física: vocês são todos poeira de estrelas.
Vocês não poderiam estar aqui se as estrelas não tivessem explodido, porque os elementos, o carbono, o nitrogênio, o oxigênio, o ferro, todas as coisas que importam para a evolução foram criados no começo dos tempos. “Eles foram criados nas fornalhas nucleares das estrelas e a única maneira de eles chegarem ao seu corpo é se as estrelas forem gentis o suficiente para explodir.”
Então esqueça Jesus, as estrelas morreram para que você estivesse aqui hoje. Lawrence Krauss – físico teórico

Rapidamente surgiram tweets mostrando a indignação de muitos cristãos:

@MileyCyrus como assim você deixou de ser cristã? Esqueça Jesus? Sério? O que aconteceu com você depois que ficou tão famosa? O que? @MileyCyrus Soa poético. Mas eu não estou muito empolgada com a parte de “esquecer Jesus”. Ele é a verdadeira razão por que nós todos ainda estamos aqui.

Por outro lado, vários livres pensadores e ateus comemoraram, afinal a cantora tem mais de cinco milhões de seguidores no microblog. Miley ainda não emitiu uma resposta oficial às críticas que seu tweet gerou.

Porém, desde o final de fevereiro, no cabeçalho de sua conta do Twiter há uma citação de Buda: “A felicidade não depende do que você tem ou quem você é, depende apenas do que você pensa.” Para muitos, isso mostra que a cantora não pode mais ser considerada cristã.

Traduzido e adaptado de Examiner.com
 Originalmente no Gospel Prime

Tá ai na lata pra aqueles que consomem o enlatado gospi que se vende hoje em dia, os popstars de Guizus, mostrando as unhas e as intenções.  

sexta-feira, 2 de março de 2012

Gratidão



Ele deu a sua vida por mim, nunca me negará a mão mesmo que os homens virem as costa, mesmo que os meus me desamparem ele é fiel.

Seu amor em todo o tempo estará comigo mesmo em sórdidos vertidos ele se chegará a mim com sua doce compaixão e me fará um novo ser, pois em seu sangue eu posso me lavar e me tornar tudo o que ele quer.

Ele preferiu os cravos, a dor do escarnio e os açoites atrozes pra viver ao meu lado na eternidade, Deus se humilhou na forma de homem pra me resgatar, um pobre e pecador condenado, mas Cristo preferiu me amar.

Nele encontro à vida, nele eu tenho harmonia e sinto alegria de um novo viver, uma realidade sem medidas mesmo com feridas eu sou feliz andando com ele em todo o meu viver.

Nele todas as coisas cooperam para meu bem e tudo, está no controle de suas mãos, mesmo que o dia não venha a raiar eu sei que ele vive e que no final vai me levantar.

Ele é tudo, ele é o meu tudo, nele se completa tudo pois ele é a vida o completo em todas as coisas, e sem ele eu não vivo.

Eu te amo JESUS

Um pecador Remido.

Igreja de Deus




E disse-lhes: "Vão pelo mundo todo e preguem o evangelho a todas as pessoas. Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado. Estes sinais acompanharão os que crerem: em meu nome expulsarão demônios; falarão novas línguas; pegarão em serpentes; e, se beberem algum veneno mortal, não lhes fará mal nenhum; imporão as mãos sobre os doentes, e estes ficarão curados". Marcos 16 , 15-18


Minha igreja, hino cantado pelo cantor Marcos Aurélio, mensagem muito pertinente aos dias atuais que a igreja vive. Um retrato tão fiel ao que está acontecendo que penso se esse hino fosse cantado em muitos templos o cantor sairia a pedradas, a letra do hino está logo abaixo, e sem exagerar toca bem fundo no nosso conceito de igreja do Senhor e nos mostra que a verdadeira igreja está longe de ser alcançada pelas instituições eclesiástica que arrogam para si o título de única verdadeira e sem adições de mundanismo.

O hino se desenrola como um desabafo de Deus a alguém, como que avaliando os rumos que ele queria que a igreja seguisse, como um confronto do seu ideal de igreja que ele salvou com essa forma mesquinha e farisaica que a igreja se tornou. Os sintomas de uma igreja com celeumas de má conduta após um relacionamento com os prazeres do mundo, ai vem o grande fator que muitos podem até franzir a testa: “Como a igreja se relacionou com o mundo?”. Simples quando falamos sobre esse assunto nos deparamos com mensagem que relacionam essa atitude com a vaidade feminina e os deslizes dos jovens da igreja, mas, nunca nos focalizamos o assunto sobre a ótica que o hino demostra. Vaidade de poder e cargos, ascensão social nos cargos da igreja.

A igreja perdeu seu foco, seu verdadeiro sentido de existir na terra,  se apaixonou pela sedução do mundo, poder e riqueza, perdeu a paixão por Deus e sua obra, perdeu o desejo de levar a mensagem aos cativos e se acomodou em templos luxuosos e mesquinha disputa pelas chaves do céu, não com o intuito que Jesus falou mas sim, com o desejo de ter maior valor de barganha com o pobre e aflito.

Nós o homens torna-nos a igreja num lugar de desconforto e em muitos casos loja de indulgencias modernas: óleos, pedras, sabonetes, mantos e outros cacarecos sem valor algum na busca pelo caminho do céu infestam os santuários que deveriam ter apenas o nome de DEUS. Absurdos em nome de Deus para lucro próprio, não tendo mais o olhar de amor que tirar o desespero do escravizado pelo diabo.

Uma agencia do céu na terra que leva ao angustiado alivio e não mais fardos, que diga ao cansado que tem perdão pra ela e que mostre as mãos estendidas para levanta-lo, Deus quer que a igreja mostre seu poder e sua força em levar a todos em toda a circunstância a paz de seu amor para com os homens e que sare os oprimidos de suas dores.  

Um lugar de paz e segurança para todas as ovelhas agregadas de Deus, onde a união e gratidão a Deus seja a marca maior, o atributo que mostra ao mundo que ainda há um lugar de verdadeira paz e reduto de humanidade e fraternidade, onde o amor a Deus e ao próximo são os maiores valores a se luta, ali Deus quer fazer morada.

JC. Silva


 Minha Igreja
Marco Aurélio

Há muito tempo eu comprei uma igreja
Há preço de sangue a preço de dor
Há muito tempo enviei o meu filho para resgatar o que se perdeu
Há muito tempo que estou desejando
Essa humilde entrega de um adorador
Que só se inclina ante a minha presença e não às ofertas de uma posição

Há muito tempo que estou desejando
Que mostrem minha imagem que é a do amor
Que não se confunda entre tanta gente que seja diferente como eu sou
Que não se divida como muitas vezes entrando em contendas e discussões
Tentando mostrar ser melhor do que o outro
Se no universo ' o grande Eu sou '
Eu quero uma igreja que me de a glória e procure a união

Eu quero uma igreja que sare o ferido
Que quebre as correntes e liberte o cativo esclareça a mente que está confundida e fale a verdade
Eu quero uma igreja que com seu olhar transmita a esperança
À alma angustiada eu quero uma igreja que sare as feridas da humanidade

Eu quero um rebanho onde minhas ovelhas se sintam seguras cheias de paz
Onde Minha palavra seja o seu alimento, ali quero morar

  Eu quero uma igreja que com seu louvor perfume meu trono me dando lugar
Igreja que saiba fazer diferença entre o bem e o mal
Onde está igreja que foi perdoada que foi liberada o castigo atroz àquela que ao ver se alguém está caído estende a mão e concede o perdão
Igreja desperta já chegou o momento da tua redenção!

Divino Charlatão III

Justiça condena igreja que vendeu chave do céu a um deficiente mental.



2 Timóteo 3

”Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, Sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, Traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te. Porque deste número são os que se introduzem pelas casas, e levam cativas mulheres néscias carregadas de pecados, levadas de várias concupiscências;”

Evidências



Arqueólogos apontam novos indícios sobre ressurreição de Jesus

Fonte: Terra

Um grupo de arqueólogos e especialistas em assuntos religiosos apresentou em Nova York as conclusões de uma pesquisa que apresenta indícios da ressurreição de Jesus a partir de um túmulo localizado em Jerusalém há três décadas. "Até agora me parecia impossível que tivessem aparecido túmulos desse tempo com provas confiáveis da ressurreição de Jesus ou com imagens do profeta Jonas, mas essas evidências são claras", afirmou nesta terça-feira o professor James Tabor, diretor do departamento de estudos religiosos da Universidade da Carolina do Norte, um dos responsáveis pela pesquisa.

O túmulo em questão foi descoberto em 1981 durante as obras de construção de um prédio no bairro de Talpiot, situado a menos de 4 km da Cidade Antiga de Jerusalém. Um ano antes, neste mesmo lugar, foi encontrado um túmulo que muitos acreditam ser de Jesus e sua família.

Ao lado do professor de Arqueologia Rami Arav, da Universidade de Nebraska, e do cineasta canadense de origem judaica Simcha Jacobovici, Tabor conseguiu uma permissão da Autoridade de Antiguidades de Israel para escavar o local entre 2009 e 2010. Em uma das ossadas encontradas, que os especialistas situam em torno do ano 60 d.C., é possível ver a imagem de um grande peixe com uma figura humana na boca, que, segundo os pesquisadores, seria uma representação que evoca a passagem bíblica do profeta Jonas.

A pesquisa, realizada com uma equipe de câmeras de alta tecnologia, também descobriu uma inscrição grega que faz referência à ressurreição de Jesus, detalhou à Agência Efe o professor Tabor, que acrescentou que essa prova pode ter sido realizada "por alguns dos primeiros seguidores de Jesus".

"Nossa equipe se aproximou do túmulo com certa incredulidade, mas os indícios que encontramos são tão evidentes que nos obrigaram a revisar todas as nossas presunções anteriores", acrescentou o especialista, que acaba de publicar um livro com todas as conclusões de sua pesquisa, The Jesus Discovery.

O professor reconhece que suas conclusões são "controversas" e que vão causar certo repúdio entre os "fundamentalistas religiosos", enquanto outros acadêmicos seguirão duvidando das evidências arqueológicas da cristandade.

Anteriormente, essa mesma equipe de pesquisadores participou do documentário O Túmulo Secreto de Jesus, produzido pelo cineasta James Cameron. Na obra, os arqueólogos encontraram dez caixões que asseguram pertencer a Jesus e sua família, incluindo Virgem Maria, Maria Madalena e um suposto filho de Jesus. Segundo o documentário, as ossadas encontradas supostamente apresentavam inscrições correspondentes às identidades de Jesus e sua família, o que acaba reforçando a versão apresentada no livro "O Código da Vinci", de Dan Brown, o mesmo que indica que Jesus foi casado com Maria Madalena e que ambos teriam tido um filho.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...